5 maneiras de desatulhar o roupeiro

Tal como já falamos no primeiro post do blog onde foi falado como começar a ser organizado, um passo para o fazer será o de desatulhar. Uma das primeiras coisas a vermos de manhã é o nosso roupeiro. Para não começarmos o dia com stress por olhar para um caos onde não conseguimos escolher facilmente a roupa do dia (por mais práticos que sejamos) devemos mantê-lo organizado. Antes disso devemos iniciar o processo de desatulhar. Vou deixar neste artigo cinco pontos sobre como desatulhar o seu roupeiro.

roupeiro desorganizado

1 – A regra 80/20

A regra 80/20 ou o princípio de Pareto como é mais conhecido aplica-se além da economia a muitas coisas da vida real. Resumidamente este princípio diz que 80% dos efeitos resulta de 20% das causas. Mesmo que os números do princípio de Pareto não sejam apenas aplicados exactamente uma aplicação neste caso será a seguinte: você veste 80% do tempo 20% da sua roupa. Depois de pensar um pouco vai ver que isto se aplica no seu caso. Vai querer ter o seu roupeiro tão atulhado que tem dificuldade em encontrar as coisas que mais gosta?

2 – O topo do monte

Esta é uma forma de isolar os 20% de roupa que mais usa dos restantes 80%. Demora algum tempo, mas no final verá que vale a pena. Antes de aplicar este método deverá ter isolada a roupa da estação actual da das outras estações.

Para roupa que guarda dobrada como sejam camisolas, t-shirts ou jeans, coloque em montes. Cada vez que um destes itens regressar da lavandaria ao roupeiro coloque-o no topo do monte. Ao fim de algumas semanas (o tempo exacto dependerá da altura do ano e da sua quantidade de roupa), a sua roupa mais usada começará a ficar concentrada no topo do monte.

Para artigos de roupa que sejam pendurados opte por um lado (esquerdo ou direito) para colocar a roupa que regressa da lavandaria. O resultado do filtro que este método aplica irá verificar-se ao fim de algumas semanas igualmente.

Depois de identificar os 80% que não usa ou que usa muito pouco você deve decidir o que fazer com eles. Se forem artigos que tenha um gosto especial por eles questione-se porque não os usou nos últimos tempos e caso goste mesmo dessa roupa comece a usá-la. Caso contrário coloque no monte para retirar do roupeiro e, por exemplo, doar para a caridade.

3 – Quatro montes

A forma anterior leva o seu tempo. Por isso se quiser uma forma mais rápida de atingir o seu objectivo use o método dos quatro montes. Com a roupa do seu roupeiro organize quatro montes: Guardar, Doar, Deitar ao lixo e Armazenar. Atenção que este método é mais subjectivo ao contrário do método anterior que reflecte aquilo que se passa na realidade e não aquilo que você acha.

À medida que retirar roupa do roupeiro escolha o monte à qual ela pertence. O monte Guardar, como o nome indica, destina-se àquilo que quer guardar e por isso só poderá colocar lá aquilo que você realmente gosta e usa. O monte Doar destina-se às roupas em bom estado que já não lhe servem ou acha que passaram de moda. Você deve pegar nesse monte no final e entregá-las numa caridade perto de si. O monte Deitar ao lixo destina-se às peças de roupa que estão num estado praticamente irreparável e que com um pequeno arranjo não conseguem encaixar nas categorias Guardar ou Doar.

No primeiro artigo deste blog referi este método com três montes apenas. Entretanto neste artigo acrescento mais um monte à lista. O monte Armazenar. Este monte destina-se às coisas que você entende que deve guardar mas que é muito pouco provável que volte a usar como sejam roupas de cerimónia ou até um vestido de noiva. Estes artigos deverão retirados do roupeiro onde guarda as roupas do dia-a-dia para passar a guardar noutra zona de armazenagem.

4 – Decida-se na hora

À medida que separa a roupa pelos montes ou que usa o primeiro método e retira os 80% que não usa, apenas toque em cada peça de roupa uma vez. Após decidir o seu destino, não volte a retirá-la do seu monte para a colocar noutro monte (com excepção a retirar do monte Guardar para o monte Doar). Garanta que as suas decisões são definitivas e que acerta à primeira.

5 – Livre-se dos usurpadores de espaço

Será que você precisa daquelas roupas do século passado que apenas irá usar no Carnaval ou numa festa temática? Ou será que precisa de roupa que já não consegue vestir há vários anos? Mesmo que ame essas peças de roupa o mais provável é que não as volte a vestir. Provavelmente você já comprou substitutos para esses artigos.

Todos esses artigos de roupa são usurpadores de espaço. São duplicamente prejudiciais pois além de roubar espaço necessário lembram-lhe que já não está em forma para os conseguir vestir. Livre-se deles.

Apenas após esta limpeza inicial é que você deverá começar a organizar. Desta forma irá garantir que tem o processo de organização facilitado pela quantidade de roupa ser menor. Bom trabalho!

 

Posted on: Maio 2, 2010, by : Bernardino Lima

2 thoughts on “5 maneiras de desatulhar o roupeiro

  1. Tão simples, mas tão difícil de fazer. em casa, percebo que, por mais que me esforce, tenho muitas roupas que não uso e que mantenho pelo simples medo de precisar delas. Algumas nem me servem mais e estão lá ocupando espaço. por mais que em decida, continuam lá. A mesma coisa acontece no caso de materiais de escola, livros e papéis. Guardo somente porque imagino que um dia, mesmo que em anos não tenha usado, voltarei a precisar.

Responder a Ramatís Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Connect with Facebook

Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookCheck Our Feed